@Ler é um risco, arriscas-te?

Fábrica de Brinquedos

O projeto “Fábrica dos Brinquedos” surge na EB/JI de Febres como sequência natural de um conjunto de dinâmicas implementadas no 1º período do ano letivo 2017/18, com a participação de todos/as os/as alunos/as, docentes, pessoal não docente, famílias e comunidade local. Teve como ponto de partida o levantamento dos problemas nos espaços comuns, detetados pelos/as alunos/as, e partilhado em Assembleia de Escola, em novembro de 2017, na qual foram referidos alguns aspetos como:

 

• “os brinquedos da areia estão a ficar partidos, precisam de ser substituídos”;

• “os alunos… às vezes andam à luta”;

• “não obedecem às assistentes operacionais”;

• “brincam com os materiais (almofadas) de uma forma pouco responsável”;

• “não jogar às escondidas no wc”;

• “não brincar ou correr no hall”;

• “brincar com os materiais com responsabilidade”.

 

Tendo sido decidido melhorar os recreios de exterior e interior, por forma a valorizar os espaços existentes e

minimizar as dificuldades em dias de chuva, foi identificada a necessidade de adquirir novos materiais para os mesmos.

Prevendo-se o desenvolvimento, na EB/JI de Febres, de uma dinâmica intitulada “Fábrica dos Brinquedos”, a decorrer a partir do 2º período, e tendo em conta os resultados positivos da anterior dinâmica “Fábrica das Prendas”, foi considerado que, aquele, poderia ser um contexto propício a uma experiência de articulação e flexibilização curricular.

A dinâmica “Fábrica dos Brinquedos” foi, então, organizada em projeto, com o propósito de dar seguimento às dinâmicas dos/as alunos/as da escola, com  um desafio acrescido de implementação do novo enquadramento curricular para a Educação Pré-Escolar e para o 1º ano de escolaridade,  e é nesse contexto que surge….

Uma experiência de articulação e flexibilização curricular: Fábrica dos Brinquedos

A organização e desenvolvimento deste projeto decorreu de janeiro a junho de 2018 e a sua dinamização ocorreu em tempo letivo e em tempo não letivo (recreios de almoço do 1º ciclo e Atividades de Animação e Apoio à Família) tendo sido realizadas atividades tais como:

 

– pesquisa e experimentação de modelos de brinquedos a construir a partir de materiais reutilizáveis;

– construção de protótipos e atribuição de códigos aos mesmos;

– testes de protótipos em contexto de fábrica e de recreio;

– oficinas de melhoramento de protótipos;

– construção de brinquedos em linha de montagem;

– preparação de embalagens e regras de utilização (para brinquedos construídos e novos brinquedos).

 

Desde a identificação de necessidades à organização do espaço, do planeamento ao recrutamento de colaboradores/as, todo o processo decorreu através de uma vivência de cidadania ativa e democrática. Foi organizado um recrutamento de voluntários em diferentes “especialidades”, numa perspetiva de aproximação ao mundo laboral, valorizando-se o trabalho cooperativo e colaborativo, no respeito pelos interesses e desenvolvimento de cada criança. A dinâmica da “Fábrica de Brinquedos” situa-se entre a vivência real de empreendedorismo e um gigante jogo dramático, no qual 83 crianças, dos 4 aos 9 anos de idade, ao fazer de conta que têm determinada função, na realidade colocam em prática essa mesma função. Assim, nasceram os “Responsáveis pela Fábrica” (crianças de 5/6 anos de educação pré-escolar e da turma do 1º ano) e os/as colaboradores/as voluntários/as, tendo-se candidatado a totalidade das crianças que frequentam a EB1 de Febres, com idades compreendidas entre os 6 e os 9 anos de idade. Em toda a dinâmica, existem momentos de tomada de decisão – como se vai organizar o espaço físico ou arrumar os diferentes materiais, que colaboradores/as são necessários para a construção dos brinquedos, que secções e departamentos há necessidade de organizar, como se constroem os códigos dos protótipos, em que momento os protótipos estão aptos para serem replicados.

Ver mais AQUI

 
Partilhar em:
Visitas à página (Total): 85 - Visitas à página (Hoje): 2