@Ler é um risco, arriscas-te?

Censorship and cancel culture now | Censura (e) agora?

Atentas à importância do assinalar dos 50 anos do 25 de abril no nosso país e no Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria em particular, as professoras de Filosofia, Ana Redondo, e de Inglês, Ana Costa e Silva, em estreita articulação com a professora Bibliotecária, Isabel Bernardo, avançaram com um projeto cujo objetivo primordial foi o de conduzir os alunos a (re)pensar a censura hoje: Censorship and cancel culture now.
O processo que decorreu ao longo de 4 aulas de 90 minutos (2 de Filosofia e 2 de Inglês, sob orientação simultânea das duas professoras), culminou com a produção de um texto argumentativo em língua inglesa, em suporte multimodal.

As posições a favor ou contra a cultura de cancelamento, que a seguir podem descobrir, têm a mais-valia de resultar de um notável esforço reflexivo levado a cabo no contexto de uma análise filosófica feita em versão bilingue, por alunos de 15/16 anos, para quem a censura que vigorou no seu (nosso) país até ao dia 24 de abril de 1974, faz parte da história, de uma história com mais de 50 anos, é passado nunca experimentado e do qual apenas ouvem falar. Desta feita, viram-se confrontados com casos reais, próximos deles (de todos nós), no tempo e no espaço e, ato contínuo, tiveram de lidar com a “irresistível tentação” da censura “à distância de um click”. A cultura de cancelamento/cancel culture, cujo caráter individual e anónimo, facilmente se torna viral/universal, tantas vezes evocada em nome do respeito (pela diferença), do direito (à liberdade!), na verdade, promove ou persegue a diferença de opiniões no mundo em que vivemos? Censura (e) agora?

Ana Redondo e Ana Costa e Silva, respetivamente professoras das disciplinas de Filosofia e de Inglês

23-24 Censura Fil+Inlgês de Clara Póvoa
Partilhar em:
Visitas à página (Total): 182 - Visitas à página (Hoje): 1