@Ler é um risco, arriscas-te?

Uma casa provisória para a Biblioteca Escolar Clara Póvoa

Depois de cinco dias e meio de intenso trabalho, a Biblioteca Escolar Clara Póvoa encontrou uma casa provisória para os próximos anos, durante os quais a Escola Secundária Lima-de-Faria terá obras de requalificação.

É com orgulho (muita planificação e organização e doses substanciais de analgésicos e anti-inflamatórios) que eu, a D.ª Conceição e a D.ª Fernanda informamos que a Biblioteca se encontra plenamente operacional, e pronta para acolher alunos e professores, quando forem retomadas as atividades letivas. Situada na antiga sala de eletrotecnia, a Biblioteca manterá o acesso total ao empréstimo do fundo documental e dos equipamentos à sua guarda, assim como a gestão dos 1100 Kits digitais em circulação em todo o Agrupamento. Manterá também as parcerias para execução do plano de atividades, incluindo a possibilidade de realização de sessões no espaço da biblioteca, desde que previamente agendadas.

Agradecemos…

  • às senhoras assistentes operacionais que esvaziaram o espaço de todo o material nele existente;
  • ao senhor Duarte Nuno que, no dia 9, sábado de manhã, iniciou connosco esta aventura; com a ajuda de um porta paletes, gentilmente emprestado pela Cooperativa Agrícola de Cantanhede, foi possível mover pesados móveis, o que permitiu a organização de um espaço de arrumo de retaguarda com cerca de 100m2, e possibilitou o início do transporte de mais de uma dezena de armários e de caixotes insanamente pesados;
  • ao professor Hélder Rodrigues que, sem deixar de realizar as outras tarefas que tem na equipa da BE, nos ajudou a transportar caixotes e mais caixotes com livros e materiais diversos;
  • aos professores Ana Redondo, Madalena Toscano e Mário Almeida que incentivaram alunos das suas turmas a nos ajudarem;
  • aos alunos destas turmas que transportaram dezenas de caixotes com livros, mesas, cadeiras e estantes e que ficaram connosco no espaço novo a arrumar livros ou, simplesmente, a conversar e a fazer companhia;
  • aos alunos que, “apanhados na rede”, nos ajudaram a mover blocos pesadíssimos de estantes, o que facilitou imenso o arrumo quase imediato de livros e demais materiais;
  • aos alunos que, isoladamente, chegaram até a nós e nos disseram, “venho ajudar” e que foram preciosos no arrumo e organização dos livros.

E agora, que falta arrumar o espaço de retaguarda, e fechar pontas para que tudo fique a 110%, desejamos a todos festas felizes.

Isabel Bernardo, professora bibliotecária

https://wakelet.com/wake/JU8oqwo1O5KS3MqKbq-1G
Partilhar em:
Visitas à página (Total): 860 - Visitas à página (Hoje): 1